Wednesday, October 05, 2005

My Own Private Right to be amusing

Em boa companhia finalmente descobri porque o "My Own Private Idaho" é tão eficiente enquanto filme gay. Existe uma cena de sexo (filmadas em imagens petrificadas) em que Keanu Reeves surge nu ao lado de quem contracena com ele. No meio de todas aquelas formas redondas fiquei sem saber a quem pertencia o melhor rabo. Creio que os dois eram bem apreciáveis. O método Gus Van Sant resulta.

Além disso, não há ninguém que filme nuvens como ele. "My Own Private Idaho" tem sequências inesquecíveis no que a nuvens diz respeito. Valia a pena compilar as sequência do céu a todos os seus filmes e reunir isso num video dos Sigur Ros ou Cocteau Twins. No meu funeral quero esse video a passar em loop.

Na verdade, sou tão estupidamente emotivo em relação a "My Own Private Idaho" que dei por mim a ficar sensibilizado com alguns dos seus complementos (os que constam do disco 2 da sua edição Criterion). Qualquer dia dou por mim a chorar baba e ranho nas trailers de filmes do Lasse Halstrom. Levei-me a andar de carrinhos de choque no dia em que isso acontecer, por favor.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home